I'm Good--Blaque

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Estoí, a sua Pousada, a sua Natureza, 1 casa para alugar e um destino a visitar-a10minutos de Faro





















A partir das últimas 2 fotos vou mostrar-vos a Pousada De Estoi.













Bem vindo à Pousada de Estoi, um lugar para relaxar, um lugar para respirar ar puro, um lugar para se apaixonar pela sua beleza e simpatia que existe neste lugar e nesta aldeia.
Um lugar marcado pela limpeza das ruas, admirável, e mais uma das belezas e maravilhas de Portugal.
Como sou gata borralheira, tentei tirar algumas das fotos pelo telhado, para vos mostrar a beleza deste lugar.
Encontrei também aqui um tipo de arquitectura e empreendimento ecológico, com o seu tecto verde na parte nova da Palácio de Estoi, que hoje é Pousada de Estoi.
Não entrei dentro do Palácio, mas observei de fora e vi alguma beleza interior do palácio e de facto é muito bonita.
Recomendo-vos este lugar que fica a 15 minutos de Faro.
Para quem tem caravela, poderá vir, porque tem espaço e lugar e um parque para elas, quase perto de uma creche.
Eu vou mostrar-vos por fotos.
As que vos mostrei até agora são do centro, e agora serão da pousada e depois a vinda de novo para o Centro.
A todos, muito Obrigado pela vossa Visita,
Lénia
































































Contacto online:
recepcao.palacioestoi@pousadas.pt

Actividades
Passeios a cavalo, Passeios de barco, Passeios pedestres, Pesca, Piscina, Praia, Spa

Pousada de Faro, Palácio de Estoi
Histórica Design

A Pousada do Palácio de Estoi nasce da recuperação de um antigo Palácio do século XVIII, que pertencia inicialmente a um coronel, fidalgo da Corte e mais tarde comprado ao Visconde de Estoi - José Francisco da Silva. Após a sua morte, o Palácio foi mantido na respectiva família até 1987, ano em que foi comprado pela Câmara Municipal de Faro. O Restaurante, o Bar, a antiga capela e os três salões, reflectem o cuidado na recuperação deste edifício. No exterior, uma piscina e jardins ao estilo Versalhes, ocupam parte duma propriedade com cerca de quatro hectares, perto das ruínas de Milreu. As antigas cavalariças do Palácio foram convertidas em vários espaços, ideais para receberem Reuniões e Eventos.

Num projecto da responsabilidade do Arquitecto Gonçalo Byrne, a Pousada do Palácio de Estoi vem dar consistência a um novo conceito de Pousada, com SPA onde é possível desfrutar de banho turco, sauna, duche tropical e piscina interior aquecida, com hidromassagem.

Promoções ver:
http://www.pousadas.pt/historic-hotels-portugal/pt/pousadas/algarve-hotels/pousada-de-estoi/palacio-de-estoi/pages/home.aspx

Outras notícias desta Pousada e num dos meus blogs que sofrerá alterações no nome do link; que será: Turista-Evasões, que é o nome do blog quando pesquisam:
http://leniateixeira.blogspot.com/2010/07/spa-para-caes-e-gatos-na-pousada-de.html



Caso queiram ir para uma casa em Estoi, apanhei esta e não vi outras, mas deixo-vos aqui os dados e mostro-vos mais um pouco de Estoi:










Quero também agradecer ao meu amigo Adriano que deixo aqui numa foto por ir comigo a este lugar, quer eu quer ele ficamos a conhecer em Maio.
Se quiserem conhecer mais o Algarve, então entrem no BLOG: ALLGARVETOUR2010, que dediquei-o a vós.


































E aqui retomei a minha viagem a Estoi, como podem ver, o meu ponto de partida, voltou após dar uma boa volta a pé.
Espero que tenham gostado e venham até cá, pois vale sempre a pena conhecer o Algarve e Faro e as suas vilas e Aldeias que rodeiam neste distrito.
Muito Obrigado, pela vossa visita ao meu blog.
Façam boas férias e tenham uma boa continuação,
Lénia






gos


tad



Historial

Estoi, aldeia e freguesia do concelho de Faro na sua zona rural, estendendo-se desde a fértil Campina de Faro, até aos picos da Serra de Monte Figo (Cerros de São Miguel, Malhão e Guelhim) que constituiam desde a Antiguidade os faróis indispensáveis á navegação e que são verdadeiros miradores naturais dessa Riviera que é o litoral Algarvio.
A sua localização, associada à boa qualidade de solos e à existência de várias fontes riquíssimas de águas, foram parâmetros que levaram a que a zona fosse fortemente povoada desde os tempos mais remotos, como atestam achados arqueológicos.

Foram também essas condições privilegiadas que levaram durante o Domínio Romano à construção da Villa Milreu.

Trata-se da mais rica villa rústica, desse período, existente no pais, com uma vasta área de construções agrícolas, lagares de vinho e azeite, palácio dotado de termas, com pavimentos integralmente revestidos a mosaico policromo, paredes com estuques pintados, decorada com estatuária Imperial e um templo de construção erudita.

Crê-se ter sido a habitação do governador romano de Ossonoba e que provavelmente este era aparentado com a família Imperial.

Em períodos posteriores Estoi continuou a ser escolhida pelas famílias mais nobres de Faro, para aqui construírem as suas casas apalaçadas, onde viviam, pelo menos, parte do ano.

O seu palácio Barroco, a mais significativa jóia da arquitectura civil, construída nessa época, na zona a sul do Tejo, mandado construir por Francisco José Pereira do Carvalhal e Vasconcelos, Fidalgo da Corte, da nobreza de Cota de Armas do Algarve, atesta tal situação.

A sua Igreja matriz, Renascentista, dotada hoje em dia de majestosa fachada neoclássica, com projecto do arquitecto italiano Francisco Xavier Fabri, rodeada por um conjunto de casas nobres e imponentes, semelhantes a muitas outras espalhadas pela aldeia, dão à sua Praça da Liberdade, a “Sala de Visitas” da terra, a dignidade de um “Forum”.

A abundância de água, associada à riqueza deste Património Histórico Construído, faz de há muito a diferença de Estoi, para as restantes aldeias do Algarve, sendo a justificação para os elementos constantes dos seus símbolos heráldicos.

Ordenação Heráldica
(Edital nº.146/2008, publicado no Diário da República, 2ª. Série – nº. 122, de 26 de Junho de 2008)


BRASÃO

Escudo vermelho – representando a herança cultural da civilização muçulmana nos 7 séculos de ocupação do Algarve;
Coluna rematada por capitel coríntio de prata rematado a negro – representando o

Património Construído da Aldeia;
Capela (coroa) de louros de ouro à destra – representando a civilização romana presente no seu Monumento Nacional, as Ruínas de Milreu;
Coronel (coroa) de nobreza à sinistra – representando a nobreza portuguesa presente em Estoi, no seu Palácio de Estoi;
Campanha diminuta de três tiras ondeadas de prata e azul – representando a riqueza de água doce da freguesia;
Coroa Mural de Prata de três torres – própria das freguesias;
Listel branco com a legenda a negro: “ESTOI”


BANDEIRA

Branca, com cordão e borlas de prata e vermelho
(Extraído de publicação da Junta de Freguesia de Estoi)


Encontram-se disponiveis on-line arquivos de registos da Igreja de S. Martinho, Estoi 1881-1905 »»»
(Fonte: Direcção Geral de Arquivos)